Início > Randomness, RL > Prontos Para uma Revolução na Educação?

Prontos Para uma Revolução na Educação?

Alô!

Depois desse tempinho away volto com uma publicação de peso, trata-se de uma pérola encontrada após muitas horas de, er… pesquisa no 9gag, após ler e traduzir a mesma, resolvi postá-la Aqui.

Então, esse jovem professor elaborou um sistema muito interessante para avaliar os alunos nas matérias ministradas por ele, numa tentativa de tornar o ensino mais dinâmico, ele usou alguns elementos de RPG visando estimular a assiduidade e a participação dos alunos em atividades extra-classe. Eu rapidamente resolvi traduzir o poster de uma das classes do “sistema” (link no primeiro parágrafo) pra divulgar por aqui como isso funciona, mais comentários meus abaixo, após o corte.

Claro, mestres e aficionados por RPG vão ler os 3 pôsteres que ilustram as “classes” desse sistema e rapidamente perceber que não se trata de um sistema de RPG propriamente dito, faltam regras de andamento, mais detalhes nos personagens e até mesmo a sistematização de como o “mundo” do jogo deve se comportar, mas será que a gente não consegue isso pegando as coisas emprestadas do RL? Os personagens são os alunos, o andamento do jogo se dá através de tudo que o professor aprendeu para dar aula e o mundo é, ora, o mundo real… todo mundo sabe o funcionamento disso (ou não).

A princípio parece problemático, os professores iam ter que se dedicar de verdade (Mil desculpas! Eu sei que tem vários de vocês que já fazem isso.) para elaborar avaliações mais coesas, corrigir todo o trabalho extra que os alunos vão submeter, acompanhar a presença dos alunos nos eventos extra-classe e tentar manter uma relação boa com eles; Os alunos, por sua vez, teriam que colaborar com as aulas e, de verta forma, fazer o professor se sentir recompensado pelo esforço extra, considero essa a maior complicação para uso do sistema… aluno realmenhte não presta.

Quanto aos problemas citados anteriormente, eu defendo que a informatização é a solução para tornar o trabalho do professor mais eficiente, isso poderia acontecer de várias formas: Desde a simples criação de planilhas físicas especializadas até o desenvolvimento de uma solução computacional para acompanhamento de turma. Qualquer instituição de ensino superior com um departamento de informática podia começar a redigir projetos de iniciação nesse âmbito e fazer com que seus proprios alunos pesquisassem, experimentassem e ajudassem o sistema a funcionar.

Bom demais? Claro. Um sonho? Talvez… mas que é possível, é.

“This is all we have when we die \ It’s what’s left of us when we die”

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: