Archive

Posts Tagged ‘informática’

Prontos Para uma Revolução na Educação?

fevereiro 20, 2012 Deixe um comentário

Alô!

Depois desse tempinho away volto com uma publicação de peso, trata-se de uma pérola encontrada após muitas horas de, er… pesquisa no 9gag, após ler e traduzir a mesma, resolvi postá-la Aqui.

Então, esse jovem professor elaborou um sistema muito interessante para avaliar os alunos nas matérias ministradas por ele, numa tentativa de tornar o ensino mais dinâmico, ele usou alguns elementos de RPG visando estimular a assiduidade e a participação dos alunos em atividades extra-classe. Eu rapidamente resolvi traduzir o poster de uma das classes do “sistema” (link no primeiro parágrafo) pra divulgar por aqui como isso funciona, mais comentários meus abaixo, após o corte.

Leia mais…

Post de Convidado: Programação, Cloud Computing e Internet.

setembro 7, 2011 Deixe um comentário

Olá Galera!

Hoje trago para vocês o primeiro Guest Post do not enough rage, feito pelo nosso colega Jônatas (@jonatas_dasilva), e tratando sobre assuntos da moda que todo mundo (acha que) sabe: Programação, Cloud Computing e Internet.

Linguagens de programação, computação na nuvem e a internet!

 

Muito pouco se sabe sobre as linguagens de programação e por consequência do que seja computação na nuvem, mas muito se tem conhecimento sobre o que seja a internet e como usufruir dos seus benefícios, em contra partida não se conhece muito das mazelas da rede web.

Então o que vem a ser as linguagens de programação? Elas são uma das mais importantes ferramentas para os desenvolvedores de softwares e aplicações, com elas se expressa instruções que serão executadas pelo computador, sendo um conjunto de regras sintáticas e semânticas usadas para definir um programa de computador.

E o que é a internet? A Internet é um conglomerado de redes em escala mundial de milhões de computadores interligados pelo TCP/IP que permite o acesso a informações e todo tipo de transferência de dados. Ela carrega uma ampla variedade de recursos e serviços, incluindo os documentos interligados por meio de hiperligações da World Wide Web (Rede de Alcance Mundial), e a infraestrutura para suportar correio eletrônico e serviços como comunicação instantânea e compartilhamento de arquivos.

Agora que já temos noção do que seja cada um dos itens, podemos nos aprofundar em outros tipos de abordagens, como por exemplo aonde estão as linguagens de programação? Essa resposta é muito simples e genérica, ela se encontra em tudo que é executado pelo computador e em todas as tarefas que é os programas e aplicações executam, pois todos os aplicativos e até mesmo páginas de Web são escritos em alguma linguagem de programação.

É curriqueiro vermos aplicações que utilizam Java como um correio eletrônico, mas como assim até para enviar um e-mail é utilizado uma linguagem de programação? Sim, pois ele é uma aplicação via web que gera um arquivo texto e o envia para um outro endereço de correio eletrônico. Agora pare somente um instante e por se só tente entender, como você acha que o texto sai totalmente formatado e como as figuras e imagens são inseridas? Logicamente que deve existir algo que faça esse trabalho e isso é nada mais, nada a menos do que as instruções que um programador escreveu para que a aplicação desempenhe certa funcionalidade, e para isso ser possível foi utilizado uma linguagem de programação, que na web é muito comum ser a linguagem Java.

E como é utilizado a computação na nuvem? Ela é utilizada para poder disponibilizar serviços e aplicações via web, além de outros tipos de utilização. Com ela se pode colocar disponível na rede um certo serviço e ganhar um bom dinheiro das pessoas interessadas a utilizar tais aplicações. Esse tipo de política é recente e tem diversas formas de serem utilizadas. No mundo dá grande rede e da inclusão digital se discute a possibilidade de disponibilizar uma maquina que poderá ser acessada via browser, e utilizar todos os recursos da máquina como se ela estivesse em sua própria residência.

E a internet? Ela é o meio o qual a maior parte disso tudo se difundiu e já sabemos muito sobre ela e a sua definição genérica. Pois a maior parte das aplicações estão via web e nela se pode fazer inúmeras coisas com inúmeras possibilidades. Dentre tantas aplicações e serviços a aplicação na nuvem vem se destacando por oferecer uma portabilidade maior para o usuário. E no mundo globalizado portabilidade é algo indiscutível.

Ass.:Jônatas da Silva

Gostaram? Curtam e Compartilhem de todas as formas ;D

“Finally I can see you crystal clear.”

Review do Internet Explorer 9

Olá, pessoal! Umas das melhores notícias desse ano acerca da Microsoft pra mim foi o lançamento definitivo do tão esperado IE9. Eu baixei e estou usando-o desde o dia em que ele foi lançado. Agora que eu já usei o browser tempo o bastante, estou postando aqui um mini-review feito por mim.

O Internet Explorer, em todas as suas versões, sempre foi o browser mais utilizado pelos usuários de PCs, embora ele sempre tenha tido muito mais problemas com velocidade ou incompatibilidades que os concorrentes. Concorrentes esses que estão tomando uma fatia cada vez maior entre os browsers utilizados. Os principais deles, como a maioria já sabe, são o Mozilla Firefox e o Google Chrome.

A última versão do browser lançada antes do IE9 foi o Windows Internet Epxlorer 8, que corrigiu ou amenizou muitos problemas existentes no antecessor IE7 e que por alguns é considerado o mais seguro (desde que utilizado junto com o Windows Vista ou Seven). Mas em termos de performance, compatibilidade e funcionalidade, ele nem se compara aos seus principais concorrentes: Mozilla Firefox e Google Chrome. Naturalmente, o Internet Explorer vem perdendo cada vez mais clientela. Leia mais…

Feliz ano novo!

Fala, pessoal do Not Enough Rage!!

Nós aqui do Not Enough rage, atrasados como sempre (já que hoje é dia 4, e as pessoas costumam fazer isso antes da virada do ano, né?), lhes desejamos um feliz 2011, e que no mesmo seja necessária menos rage do que o habitual né?

Pois bem, já dei as felicitações em nome de toooooda a enorme equipe do Not Enough Rage (composta por: eu e o nosso amigo Pedro).

Parece que nesse ano teremos novidades reais, e melhorias em muitas coisas aqui no Brasil (no mundo dos games e informática, especificamente) ! Aviso logo que irei postando essas minhas especulações ao longo desse ano!

…Até!

Cuidado: o perigo mora ao lado (falso nerd)

É isso aí, eu tinha parado pra pensar um pouco, e concluí que tem bastante gente por aí que se mostra interessado em informática, e estuda coisas relacionadas a informática, etc, mas… Também têm medo da informática! É isso mesmo! E algumas vezes ainda mais que as pessoas que têm pouca relação com a informática e tecnologia em geral.

Ao meu ver, dá pra entender que é algo como se a pessoas estivesse “estudando o inimigo”, algo assim, só que sub ou inconscientemente(ou seja, a maioria pode até pensar que gosta, mas na realidade, tem medo).

Tenho quase certeza de que a minha afirmação não ficou bem clara, e por isso vou citar alguns exemplos:

  • Um professor de alguma matéria relacionada à informática dizendo que “o papel dos computadores é resolver problemas que não existiam antes deles”, ou que “a evolução dos computadores permitiu o armazenamento de cada vez mais informações, informações inúteis”.
  • Pessoas que se mostram entusiastas de computador que ficam o tempo todo se perguntando “será que eu não estou ‘viciado’?”, ou então “droga, eu uso muito o computador, mas deveria procurar alguma outra coisa pra fazer!”.
  • Os mesmos “entusiastas” procurando deixar de usar o computador pra todas as tarefas possíveis(comprar na loja física, ir ao banco ao invés de fazer operações na internet usando a desculpa da segurança, preferir telefone à internet).

Então, é isso! Só gostaria de deixar o recado: se você se interessou por algum assunto relacionado a informática e ficou com vontade de estudar , primeiro reflita se você quer mesmo estudar ou se é porque você tem medo da informática e quer apenas ter agumentos contra a mesma…

Até mais!

ps.: sobre a parte falando das opções que certas pessoas fazem (comprar na loja física, ir ao banco ao invés de fazer operações na internet usando a desculpa da segurança, preferir telefone à internet), eu não dei minha opinião pessoal, então aí vai: acho que, por exemplo, comprar na loja física e na online são duas opções igualmente boas, somando suas vantagens com destantagens(comodidade contra entrega imediata, necessidade de se deslocar contra estoque maior, etc). idem para operações bancárias.

Categorias:RAGE, RL Tags:, , ,
%d blogueiros gostam disto: